Escritora Madame Ametista tem raízes escadense – Coluna Poesias Escadenses

Pocket

Damaris Freitas Cavalcante nasceu em Recife, começou sua carreira profissional literária aos 18 anos de idade com sua primeira antologia em 2009. Hoje já tem 4 antologias publicadas e este ano publicou seu primeiro livro solo. Já participou da Sexta e Sétima Edições da Recitata do Festival Recifense de Literatura em 2011 e 2012. É membro da Sociedade dos Poetas Vivos de Olinda, já teve participações especiais em eventos como a Segunda Mostra de Propaganda, o evento do Dia Mundial da Água e o evento Jaboatão Cultural todos realizados na Faculdade Guararapes entre fevereiro de 2012 e junho de 2013. Fez um comercial especificamente para divulgar e vender o seu livro solo. Criou sua Fan Page Iniciativa Cultural e completou 4 anos de carreira no dia 9 de julho de 2013.

“A Literatura precisa ser levada a sério, os autores não podem desistir diante das dificuldades, se as editoras não dão tanto apoio como os autores realmente precisam, sigam o meu exemplo, eu não desisti, publiquei o meu livro sem editora, num formato independente, fui competente e agora estou colhendo os meus frutos e meus lucros com a literatura.”

(Clipping da Jornalista Shirley M. Cavalcante (SMC) entrevista escritora Madame Ametista)

CONHEÇA A POESIA DA MADAME AMETISTA:

>>   ÁGUA  <<

Rubi hídrico!

Espelho límpido!

Substância saborosa!

Essência preciosa!

Símbolo ambiental!

Manancial!

***

Doce e diversa riqueza!

Fruto da natureza!

Água: fonte de energia

Que me sacia!

Solvente universal!

Patrimônio natural!

***

Não transforme a água no retrato da poluição!

No palco da degradação!

Numa vítima das toxinas, dos poluentes!

Da contaminação freqüente!

Das manifestações humanas

Com atitudes insanas!

Numa corrente mista de lama e lixo,

Alterando o ecológico nicho.

Comentários do Facebook

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *